Rachel Maia

O novo momento de Rachel Maia

Após mais de 28 anos atuando no mercado de luxo, Rachel está em um novo momento de sua carreira e vida. A partir de outubro, ela passa a se dedicar a uma rotina mais diversa, em busca de ainda mais feitos – mas nem por isso distante do mundo corporativo. 

Ocupa a cadeira de conselheira de empresas de diferentes segmentos.

A causa da educação no Brasil mantém-se em seu radar, tanto em seu Projeto Social CAPACITA-ME – com o viés de mudança e de crescimento de pessoas em situação de vulnerabilidade – como na cadeira de Presidente do Conselho Consultivo do UNICEF Brasil.

Além disso, continua dedicando-se a mentorias, integrando grupos de mulheres que apoiam mulheres e é colunista de veículos como as revistas Forbes, Raça e Claudia, além da página de conteúdo da XP Investimento.

Rachel também dedica-se a terminar seu livro, que deve ser lançado ainda no primeiro semestre de 2021. E segue no mercado de luxo e no varejo, mas agora prestando consultoria através da RM Consulting.

rachel_maia_por_claudio_gatti_0001

Tem interesse em uma Consultoria de Liderança com Rachel Maia?

0 +
anos de carreira
0 mil+
seguidores nas redes sociais
0
mentorados
0 +
pessoas no Capacita-me

Do Brasil para o Mundo

Viva o seu sentido e seja a sua melhor versão. Acredite em você sempre!

- Rachel Maia

Executiva com mais de 28 anos de experiência profissional nos Segmentos de Consumidores e Farmacêutica.

Profunda experiência em Finanças, Estratégia de Expansão, Varejo e Marketing (especialista em Conscientização da Marca).

Rachel Maia foi CEO & CFO da multinacional Cia’s Seven Eleven (8 anos), Farmácia Novartis (5 anos), Tiffany & Co Joalheria (8 anos), Pandora (9 anos), responsável pela expansão de 2 para 100 pontos de venda e com canal iminente. Em sua última posição, atuou como CEO da Lacoste Brasil por 2 anos, com a principal responsabilidade de expandir a marca em inspiração.

Ganhou 5 anos diferentes como Great Place to Work Líder de Trabalho.

Atualmente está escrevendo sua biografia para a Editora GLOBO, dedicando-se aos trabalhos midiáticos como fundadora do Projeto CAPACITA-ME. E além de ser a  Presidente do Conselho Consultivo do UNICEF Brasil, é Colunista da Forbes Brasil, da Claudia Revistas, da Revista RAÇA e XP Investimentos.

Ministra Palestras no Segmentos de Consumidores, Trajetória de Sucesso, Mercado de Luxo, Liderança e Empoderamento Feminino e Mundo Digital, além de integrar projetos de Mulheres de Poder.

Rachel é formada em Ciências Contábeis, pós-graduada em Finanças pela USP (Universidade de São Paulo), FGV (CEO – Chief Executive Officer), UVIC-C, Harvard Business School e OSS.

Mãe da Sarah Maria de 9 anos e Pedro Antônio de 11 meses, sua atividade favorita, junto com Sarah Maria, é “mimar” Pedro Antônio, uma vida mais nova.

Fenômeno do Varejo de Luxo

De origem humilde e negra, Rachel contrariou as estatísticas do universo do luxo.

Depois de morar no Canadá e passar um período no Brasil trabalhando na Novartis, Rachel decidiu passar mais um período fora e escolheu Nova York como o seu novo lar. Com foco em seu desenvolvimento contínuo, a executiva ingressou em programas específicos de gestão e liderança. Nos momentos de lazer, adorava passear pelo Metropolitan Museum e apreciar as obras de Pablo Picasso, um de seus artistas favoritos.

Em um dia comum, folheando as páginas do New Work Times, soube que Paloma Picasso, filha do artista, estaria no Brasil para inaugurar a primeira loja da Tiffany em São Paulo – Paloma é designer da marca desde 1980. Foi então que Rachel Maia teve um dos maiores insights de sua vida: “Preciso estar lá!”. Rachel reorganizou sua vida, arrumou as malas e voou de volta ao Brasil a tempo de estar na inauguração – pelo lado de fora e por cima do ombro dos seguranças. Dois meses depois, foi contratada como diretora financeira da Tiffany.

Apesar da paixão pelo trabalho de Picasso, além da admiração pelo talento de Paloma, naquele momento o objetivo de Rachel Maia não era entrar para o mundo das joias. A executiva acreditava que não passaria mais do que dois anos na empresa colaborando para a consolidação da marca no Brasil e, na sequência, voltaria à indústria farmacêutica, na qual já acumulava uma boa experiência. Mas às vezes, segundo Rachel Maia, o destino mostra oportunidades na carreira que devem ser agarradas com força. “Mesmo sem esperar por isso, fui promovida a CFO Brasil, respondendo pela área financeira, Recursos Humanos e Operações. Meus dois anos tornaram-se quase oito na Tiffany, um período de grande aprendizado. O varejo de luxo tinha entrado definitivamente nas minhas veias”.

Em 2010, partindo do ponto zero, foi convidada para construir o conceito e a marca Pandora no Brasil, grife de joias conhecida globalmente, assumindo o cargo de presidente da companhia no país, onde por quase dez anos, representou 0,4% dos executivos no cenário corporativo brasileiro. Isso significa que Rachel era única, a primeira mulher negra do Brasil a ocupar um cargo de presidente em uma multinacional de grande porte no país.

Empresas nas quais Rachel Maia já palestrou

Blog

Colunas e Notícias de Rachel Maia